Lembrando antigas micaretas

“A alegria que tomou conta da cidade, ganhou pique no Caju de Ouro, rolou na Noite do Hawaí, antes de se infiltrar nos blocos, de infernizar os trios, de tomar conta de todo mundo.
O Cajueiro cheio de brilho, calor e animação, deu a largada da festa. O Tênis segurou a peteca e passou a festa direto pro povo. Feira sacudiu de alegria, balançou o coreto e começou a cantar, a dançar, a pular, atrás do trio elétrico, numa só voz:

Atrás do trio elétrico
Só não vai quem já morreu
Quem já botou pra rachar
Aprendeu, que é do outro lado
Do lado de lá do lado
Que é lá do lado de lá

O sol é seu
O som é meu
Quero morrer
Quero morrer já

O som é seu
O sol é meu
Quero viver
Quero viver lá


Por Simas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *